Informações

Confira Sua InscriçãoConfira sua inscrição
EditaisEditais
CronogramaCronograma
CotasSistema de Cotas
Pré-IFRSPré-IFRS

Saiba +

Últimas Publicações

Todas as Publicações

Perguntas Frequentes

Não. Os cursos do IFRS são gratuitos, não tem nenhuma mensalidade. Você só paga pela taxa de inscrição do Processo Seletivo, caso não tenha conseguido a isenção da taxa de inscrição.

Não. O pré-requisito para ingresso nos cursos é a escolaridade. É preciso ter ensino fundamental completo para ingressar nos cursos técnicos integrados e concomitantes ao ensino médio. É necessário ter ensino médio completo para ingressar nos cursos superiores e subsequentes ao ensino médio.

Essa modalidade de curso possibilita numa única matrícula reunir os conhecimentos do ensino médio às competências da educação profissional. O aluno irá cursar o Ensino Médio e o Ensino Técnico no IFRS. Ao concluir o curso, o aluno receberá certificado de conclusão do ensino médio e diploma do curso técnico.

É um curso com formação técnica profissional para os alunos que estão cursando o Ensino Médio e desejam complementar a formação. Nos cursos técnicos concomitates o aluno faz as disciplinas do currículo normal do ensino médio em uma escola da sua preferência e as disciplinas do curso técnico no IFRS.

É um curso com formação técnica oferecido somente a quem já tenha concluído o Ensino Médio. Para o ingresso nesta modalidade, o interessado precisa participar do Processo Seletivo do IFRS. Na hora de inscrever-se, os candidatos poderão optar pelas seguintes modalidades de seleção: participar da prova do IFRS; utilizar a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) dos anos citados no edital como critério para classificação; ou concorrer nas duas modalidades: prova e nota do Enem. Após concluído o curso, o estudante receberá diploma de profissionalização em nível técnico.

Os cursos de bacharelado são de nível superior destinados àqueles que já concluíram o Ensino Médio. Os bacharéis formados são habilitados para atuarem profissionalmente na área de sua formação.

A licenciatura é um curso de nível superior, em que o profissionais formados nesta modalidade são aptos a trabalhar em ambientes educacionais, em todos os níveis de ensino (Educação Infantil, Ensino Fundamental, Ensino Médio, Ensino Superior).

Os cursos tecnológicos são graduações de nível superior oferecidas para quem já concluiu o Ensino Médio. Esse tipo de curso tem como característica o estudo aprofundado de uma determinada área, a fim de atender a demandas específicas do mundo do trabalho. A carga horária pode variar conforme o curso escolhido. Quem conclui é profissional de nível superior, denominado tecnólogo.

Para a seleção de candidatos aos cursos superiores de graduação, é preciso participar do Processo Seletivo. O IFRS oferece cursos de tecnologia, bacharelados e licenciaturas (para saber mais, confira outras perguntas frequentes publicadas nesta página). Na hora de inscrever-se, os candidatos poderão optar pelas seguintes modalidades de seleção: participar da prova do IFRS; utilizar a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) dos anos citados no edital como critério para classificação; ou concorrer nas duas modalidades: prova e nota do Enem.

Edital é um documento escrito em que instituições públicas (como o IFRS) informam regras referentes a processos como o processo seletivo de estudantes, concursos públicos, licitações e outros. Os interessados precisam ler com atenção as informações contidas no edital.

Para efetuar a inscrição no Processo Seletivo do IFRS, o candidato deve acessar o site ingresso.ifrs.edu.br, ler o edital, acessar e preencher o formulário de inscrição (que pode ser acessado a partir da página inicial do site de ingresso). Quando finalizar sua inscrição, é preciso imprimir o boleto bancário para o pagamento da inscrição.
De posse do boleto bancário, o candidato deverá dirigir-se a qualquer agência bancária ou agência lotérica para efetuar o pagamento até o dia especificado no edital.
Caso o candidato tenha solicitado e obtido a isenção do pagamento de taxa, ao finalizar a inscrição será emitido diretamente o comprovante de inscrição.

Você pode fazer sua inscrição utilizando o computador e a internet do campus do IFRS mais próximo de você. Confira os endereços e os horários no edital.

Todos concorrem pelo acesso universal. Quem se inscreveu para concorrer por algum dos tipos de cota, além de concorrer pela cota, concorre também pelo acesso universal.

O candidato que necessitar de condição especial para a realização da prova deve formalizar seu pedido no período informado no edital, por meio de preenchimento do formulário constante como anexo no edital. O formulário deve ser encaminhado, pessoalmente ou via Sedex, juntamente com Laudo ou Atestado Médico (original ou cópia autenticada) que comprove o tipo de necessidade, bem como as condições diferenciadas necessárias, para o campus de sua pretensão de inscrição.
O candidato deverá estar ciente de que o IFRS atenderá o solicitado levando em consideração critérios de viabilidade e razoabilidade, ou seja, serão atendidas as solicitações que forem possíveis de atender dentro das condições dos campi e levando-se em conta o prazo necessário.

Agora você deve consultar o resultado das isenções, divulgado no site ingresso.ifrs.edu.br na data prevista no cronograma. Após esta etapa, basta realizar a sua inscrição normalmente. Se o seu pedido foi deferido, você aparecerá como isento na inscrição. Caso o seu pedido não tenha sido homologado, você pode realizar normalmente sua inscrição e fazer o pagamento do boleto até o dia informado no edital.

Depois que você pagar a taxa de inscrição, guarde o seu comprovante e aguarde a divulgação dos candidatos homologados e dos locais de prova no site ingresso.ifrs.edu.br (veja a data no cronograma). Fique atento pois, após realizar o pagamento, você não recebe nenhum tipo de confirmação.

Não. É importante que você fique atento na hora de preencher todos os dados, principalmente a opção pelo curso e campus. Uma vez feita a inscrição, esta não poderá ser alterada. Se você verificou algo errado, a instrução é que faça uma nova inscrição e somente realize o pagamento da nova inscrição depois de verificar que está tudo correto.

Não, é necessário fazer a prova na cidade/campus onde está sendo ofertado o curso pretendido por você.
EXEMPLO: Não é possível concorrer a uma vaga para o Campus Bento Gonçalves e fazer a prova no Campus Caxias do Sul.

Não. Conforme consta no edital do processo seletivo: “Não são considerados válidos os documentos onde se lê ‘não-alfabetizado’ nem os com fotografia desatualizada”.

Sim. No dia da prova, você deve levar um documento com foto. No entanto, o ideal é apresentar o documento de identidade que foi informado na inscrição. Se você informou o RG e depois perdeu, pode apresentar outro documento com foto e o Boletim de Ocorrência (BO) da perda.

O candidato deve comparecer ao local de provas 30 minutos antes do horário marcado para o seu início, portando o documento de identidade com foto utilizado na inscrição e caneta esferográfica azul ou preta.
Por documento de identidade com foto entende-se:

  1. Carteiras expedidas pelas Secretarias de Segurança Pública – Instituto de Identificação; pela Polícia Federal; pelos Comandos Militares; pela Polícia Militar e pelos órgãos ou conselhos fiscalizadores de exercício profissional;
  2. Certificado de Reservista;
  3. Carteiras funcionais com foto, expedidas por órgão público;
  4. Carteira de Trabalho;
  5. Passaporte;
  6. Carteira Nacional de Habilitação (somente modelo expedido na forma da Lei n.º 9.503/97).

Os documentos deverão estar em perfeitas condições, de forma a permitir a identificação do candidato. Não será aceita cópia de documento de identidade, ainda que autenticada, nem protocolo de documento. Importante: Não são considerados válidos os documentos onde se lê “não-alfabetizado” nem os com fotografia desatualizada.

Sim. O IFRS não se responsabiliza por danos nos cadernos de provas e/ou no cartão de respostas, causados por derramamentos de água.

Sim. O aluno deverá solicitar ao fiscal e, assim que possível, este o encaminhará para uma área externa.

Os candidatos não poderão portar armas, malas, livros, calculadoras, relógio de qualquer espécie, fones de ouvido, gravadores, pagers, notebooks, telefones celulares, pen-drives, tablets ou quaisquer aparelhos eletrônicos similares, nem utilizar véus, bonés, chapéus, gorros, lenços, aparelhos auriculares (com exceção daqueles candidatos que tiverem solicitado prova em condição especial), óculos escuros, ou qualquer outro adereço que lhes cubra a cabeça, os olhos e os ouvidos.
O candidato que se apresentar para a prova com qualquer tipo de aparelho eletrônico deverá, ao entrar na sala, desligá-lo e, sob orientação do fiscal, identificá-lo e depositá-lo no local determinado. O IFRS não se responsabiliza por perdas, extravios ou danos.

Todas as instruções para a matrícula estão escritas no edital do processo seletivo, incluindo a documentação. Dedique um tempo para ler o edital com atenção.
Importante: O candidato que não comparecer para a matrícula na data e horário fixados ou não apresentar toda a documentação exigida perderá o direito à vaga.

Vagas remanescentes são vagas que não foram preenchidas pelos alunos que passaram no vestibular, por não terem realizado a matrícula ou por não ter o número suficiente de aprovados para determinado curso ficando com sobra de vagas.

Conheça todos os Cursos